Garotinho deixa PR e critica partido: ‘Sucursal do governo Temer’

Anúncio foi feito no mesmo dia em que o TSE autorizou o ex-governador a reassumir comando do diretório estadual do partido no Rio de Janeiro

Anúncio

Em texto publicado em seu blog, nessa quarta-feira (17), o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho comunicou seu afastamento do PR. O anúncio foi feito no mesmo dia em que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o autorizou a reassumir o comando do diretório estadual do partido no Rio de Janeiro.

“Deixo o PR aliviado já que o partido hoje é uma sucursal do governo Michel Temer, que está entregando o Brasil, perseguindo aposentados, comprando deputados para aprovar reformas políticas, gastando bilhões para não ser investigado sobre as malas de Geddel Vieira Lima, as mutretas de Cunha, as maracutaias de Rodrigo Rocha Loures”, escreveu.

Ele também criticou uma ata recebido da Executiva Nacional da legenda dissolvendo a Executiva Regional Provisória do PR no Rio de Janeiro, alegando, entre os motivos, a perda no tempo de propaganda; queda no número de deputados federais do partido no estado; além da situação “insustentável” da cúpula do partido no Rio de Janeiro. As informações são do portal G1.

“Aproveitaram um momento circunstancial, onde estou enfrentando a maior quadrilha da história do Rio de Janeiro, para me jogar ao vento. Não me conhecem. A fraqueza nunca foi uma das minhas marcas nem a traição, a falta de palavra”, escreveu Garotinho.

O ex-governador foi preso em novembro, por determinação do Juízo Eleitoral de Campos dos Goytacazes, município do norte fluminense e reduto eleitoral dele e de sua esposa, a também ex-governadora Rosinha Garotinho, que também foi presa. Ambos são acusados de corrupção e organização criminosa.

Ele deixou o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio, em 21 de dezembro, após determinação do ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO  –  Foto: © Agência Brasil

Deixe seu Comentário